domingo, 3 de janeiro de 2010

O melhor futebol da terra

2010. O ano que vai revelar o continente africano para o mundo. Do dia 11 de junho ao dia 11 de julho, 30 bilhões de olhos em audiência acumulada estarão fixados nas televisões do mundo inteiro para assistirem aos jogos da Copa do Mundo de futebol.

Até lá, muito se falará da África do Sul. De suas belezas e da sua pobreza. O futebol será o mote para muitas e diferentes matérias sobre a África e os africanos, sobre a possibilidade ou não dos mesmos sagrarem-se campeões do mundo.

Mas enquanto esse título não chega, a África vai conquistando outros. Poucos nobres, é verdade, como o título de possuir o pior país da terra: a Somália que segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 40% de sua população necessita de ajuda humanitária para ter o que comer.

Ainda segundo a ONU, uma em cada cinco crianças sofre de desnutrição grave e um terço de sua população, aproximadamente um milhão e meio de pessoas, sobrevivem em acampamentos improvisados.

Muitos outros países do continente africano sofrem com esses e outros problemas. As questões de mortalidade infantil, desnutrição generalizada, corrupção, educação e saúde precárias não são questões exclusivas da Somália. Serra Leoa, Nigéria, Ruanda, Zimbábue, Guiné entre outros são países que sofrem em menor ou maior grau de um conjunto desses problemas.

É nesse continente, que nos alegra pelos gramados do mundo através da elegância, genialidade e estética de jogadores como Samuel Eto´o, Emmanuel Adebayor, Michael Essien, Didier Drogba, Kolo Touré e seu irmão Yya Touré entre muitos outros, que a Copa do Mundo de 2010 se realizará.

Eis a oportunidade para a África e os africanos celebrarem, mesmo que efêmeramente, um título honroso para o seu continente: o de melhor futebol da terra!!!

3 comentários:

Miralva disse...

Seria muito bom que títulos mundiais em futebol melhorassem as condições de uma nação ou continente. Se assim fosse, o Brasil seria o país mais desenvolvido do mundo. Somos ou não penta? Efêmeramente ou não, a solução para a áfrica depende, infelizmente, das ações conjuntas dos países ricos que não querem ajudar, a não ser que esta dê muitas divisas como retorno. Que a Copa do Mundo sirva, ao menos, para alertar o mundo e fazer com que o mesmo interceda no desenvolvimento da nação que é o berço da humanidade.

Marcelo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelo disse...

Boa tarde Welington, gostei muito de seu artigo e gostaria de saber se posso publicá-lo, respeitando sua autoria e com a fonte direta de seu blog, no sítio www.educacaofisica.seed.pr.gov.br
Esse sítio tem caráter pedagógico e seu artigo é um tema muito importante para debate em sala de aula.

Att e no aguardo,

Marcelo Costa
marcelocosta@seed.pr.gov.br