terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Academia de ginástica: valorização dos materiais e desvalorização dos profissionais

Foto cedida pelo professor
Formado em Educação Física pela Universidade Católica do Salvador, licenciado pleno em 2007, o professor Nadson Reis (foto) socializa para os leitores do blog uma pequena mas significativa reflexão sobre a relação entre os equipamentos de atividade física e o trabalho dos professores que lidam com os mesmos há todo instante.

Ex-professor em academia, natural de Jequié, residindo em Salvador, atualmente se dedica aos estudos das relações de trabalho através da ergonomia, exercendo suas atividades em empresas multinacionais.

Segue abaixo o texto do Nadson. Aproveito para mais uma vez agradecer ao professor a gentileza em disponibilizar o mesmo para este blog.

Acho engraçado algumas coisas dentro das academias. Com o passar dos anos elas evoluíram em termo de equipamentos e as máquinas antigas deram lugar a máquinas modernas e mais caras, "djs" e bandas tocando ao vivo mas, o grande artista desse espaço, o professor de educação física, nunca foi valorizado e a cada dia que passa está ficando mais desmotivado.

Imagem retirada do site encontreesporte.com.br
Vejo pessoas malhando na academia "xxx" outros na academia "zzz" entra ano, sai ano e não muda nada em termos de composição corporal. Acordem pra vida gente! Equipamento de musculação, bandas e "djs" nunca foram diferenciais. O grande diferencial nesse espaço é o professor. Procurem por aqueles comprometidos e com conhecimento para atingir os seus objetivos e não academias.

Por outro lado, aos donos de academias, uma sugestão: tomem vergonha na cara e parem de comprar equipamentos que jogam raio laser e invista no seu professor. Só ele é capaz de fazer o seu aluno atingir seus objetivos.

3 comentários:

Anônimo disse...

Muito interessante o texto do Professor Nadson, pois ele fala de uma realidade que atinge duramente os professores e professoras que trabalham em academias. Tais profissionais são desvalorizados,sendo que são as "peças" fundamentais.

Glória

Delsuc Machado disse...

Ja passou, e muito, da hora dos professores e professoras que trabalham em academia tomarem conciencia desse massacre. Nao sei se a fundacao de um sindicato especifico, serio, seria a solucao. Mas vale a pena refletir sobre esta possibilidade.

Hulks Academia disse...

Olá professor Nadson, gostaria de dicas para a valorização dos profissionais de educação física da academia que trabalho. O que o senhor acha que seria estimulante para esse profissionais, que possamos fazer?