domingo, 17 de julho de 2011

Copa América (4)

Patética, patética, mil vezes patética a performance - se é que podemos dizer isso -  da seleção brasileira na Copa América 2011. Mais patética ainda é a relação entre a transmissão do jogo da seleção, principalmente pela vênus platinada e sua, quando consumada, eliminação. Prato cheio para uma análise de conteúdo. Nem parece a mesma seleção nem, tampouco, os mesmos narradores e comentaristas.

Até crítica à postura dos jogadores correndo para bater o penalty, pedidos de "baixar a bola" (e quem as levanta?), e crítica a uma busca exacerbada de marketing e imagem por parte dos "craques", eu ouvir hoje. Só mesmo uma "tragédia", na minha opinião já anunciada, para poder ouvir essas coisas da boca de quem promove tudo isso.

Atualmente, mais do que na época do meu pai, que nos idos da década de 80 já cansava de dizer que "todo mundo joga bola hoje em dia", não tem mais seleção boba e é necessário encararmos as mesmas com seriedade e respeito. O que não ocorre.

Ontem, tivemos um Argentina e Uruguai dígno das tradições destas duas seleções. Hoje, tivemos um Brasil e Paraguai simplesmente patético. A seleção até jogou bem e na minha avaliação foi o melhor jogo que ela fez no torneio mas, infelizmente, mais uma vez, tropeçou nos seus topetes e penteados diversos.

Durante toda a semana, o Paraguai treinou penaltys e a seleção brasileira treinou alguns. Na cabeça do Mano Menezes, até passava a possibilidade da decisão ir para os penaltys, mas o jogo seria decidido mesmo nos 90 minutos e até poderia se não fosse a performance - agora sim, esta palavra cabe - do goleiro paraguaiu.

Agora o tom da conversa é parar para organizar, refletir, pois a culpa do fiasco é nossa. De maneira alguma você ouvirar que o Paraguai teve seu mérito, que o técnico jogou o jogo que pensou e treinou durante toda a semana e conseguiu realizar. Claramente o Paraguai entrou para levar o jogo para os penaltys, pois foi isso que os jogadores treinaram durante a semana. Estão de parabéns.

Resta uma esperança. Que esta derrota sirva para enfraquecer o senhor Ricardo Teixera, que vem sendo alvo de inúmeras denúncias de corrupção e passeia incólume pelos três poderes em Brasília. No twitter tem o movimento #forateixeira que solicito a aderência de vocês.

Sigamos.

Um comentário:

Luciano disse...

To contigo!!!

Enfraquecer o homem e fora com ele. Chega!!
#ForaTeixeira